sabato 25 giugno 2022

OIBO' (rappammiusic schioccando le dita)

 



OIBO'


rappammiusic schioccando le dita



concentrati

con centri

concentrici


e immagina

immagini

immobili


lentamente

allentare

la mente


ma tu non capisci

e così invece

pisci


poco nel fosso

e per lo più

addosso


...oibò!?!


Percorri

percorsi

già corsi


tracciando

solo tracce

tracciate


in cerca

d'incerte

ricerche


ma non trovi

così

ti ritrovi


a più non posso

nel fondo

del fosso


...oibò!?!


e intanto

che tenti

gl'intenti


t'aggrappi

a gruppi

d'inghippi


e ridi

se arrivi

a riva


ma t'inciampi

in ingenti

inciampi


affondando

nel fango

del fondo


...oibò!?!




OPA

rapammusic estalando os dedos 

 

concentrado

com centros

concêntrico 

 

e imagine

imagens

propriedades 

 

devagar 

afrouxar  

a mente


mas você não entende

e assim

em vez xixi


pouco na vala

e principalmente

sobre

... opa!?!


Corre

rotas j

á corre

rastreamento

apenas vestígios

vestígio


Procurando

de incerto

pesquisas


mas você não encontra

Assim

você se encontra

não posso

mais no fundo

da vala


... opa!?!


e enquanto isso

que você tente

as intenções


você se apega

em grupos

de senões


e rir

se você chegar

em terra


mas você tropeça

em enorme você

tropeça


afundando

na lama

do fundo


... opa!?!

martedì 21 giugno 2022

Comunqui




che poi a me è venuto il mal d'Africa solo a lasciare la Sardegna...

Comunqui:

finite le vacanze... si torna a lavorare



😐

domenica 5 giugno 2022

DI SAGGI E DI SAGGEZZE VARIE (ed eventuali ...soprattutto ed eventuali)

 


 

 

DI SAGGI E DI SAGGEZZE VARIE (ed eventuali ...soprattutto ed eventuali)


che io, non per vantarmi, ma è tanti anni che son cretino

è stanti anni, ma rimango pur sempre umile.


Che poi io sono una persona inclusiva, io.

Non emargino mica nessuno, ah no! Ano che no!

Neanche le persone normali

neanche le persone intelligenti.

Vabbè, vabbè... se ne trovassi

se trovassi delle persone intelligenti le includessi anche

che poi

che poi l'unico saggio che ho visto, l'unico saggio che ho visto mi ha mostrato il dito...

il dito?

Che io ho capito, così ho guardato la luna

che ho capito io

che era anche giorno fatto... mi sa che some saggio non era proprio un granché

come saggio


che il saggio dice “ogni fine è un inizio”

ogni fine

che io mi chiedo: “ma non si smette mai qua? Quand'è che ci si riposa?”

che io cerco un centro con tutto il suo cerchio tutt'intorno

niente di meno

che nel corso della mia pur breve vita...aspetta, aspetta: nel corso della mia, per adesso, pur breve vita io ho visto che a volte, la cosa più giusta da fare è sbagliare

che vabbè, poi io sono il solito perfezionista che sbaglia anche quando non serve mica, però... a volte...

che, no per vantarmi, ma io me le sono cercate ad una ad una tutte le mie risposte sbagliate

tutte!

Che no mi piacciono mica le domande che prevedono una risposta, no, no, a me mi piacciono le domande che prevedono una ricerca-

ah no? Ah si!

Perché? Perché?

Mi spiace, ma no è prevista una risposta

no è prevista

che “non amo che le rose che non colsi” con un piccolo, piccolo ma vaffanculo da parte delle rose che colsi

che potevi lasciarci là, o no???”

ma da sempre convinto che non sia mai troppo tardi

solo alla fine mi sono inaccorto che mi si è rotto l'orologio

che sfiga; mi si è rotto l'orologio.

Che le cose contano, altro che no,

le cose contano per chi sa contare,

no tanto, ameno fino a due... di più è meglio, ma almeno fino a due, o no?

Che è: tre e quattro e cinque e dieci e tanti

no uno e uno e uno e uno,,, no

tre e quattro dieci tanti

che la matematica non è un'opinione,

che però questa è un'opinione che la matematica no è un'opinione,

la mia opinione

Ma ora basta che anche i sproloqui ha i suoi limiti,

che lo so bene io che l'ho superati prima

prima, prima

ecco guarda che sono lì dietro...

beh, no non si vede che li ho passati prima, ma...

che il bello di dire stupidaggini è che ti ascoltano anche quando parli, che se invece dici cose intelligenti ti ascoltano solo se stai zitto, no? Ben, prova te, prova

ma adesso basta che vi devo salutare, che poi salutare fa anche bene che è salutare, proprio

ecco

che io devo andare dall'orologiaio che c'ho l'orologio rotto,

che sfiga c'ho l'orologio rotto

sarà ancora aperto?

Boh?

Che ora è?

Ben dai, è ancora presto... è sempre ancora presto

che non siamo mica qui per dire stupidaggini

ah no?

Ah no!

...però è meglio che mi faccia un promemoria...


non siamo qui per dire stupi....


ecco!



DE ENSAIOS E SABEDORIAS DIVERSAS (e qualquer... especialmente e qualquer)

que eu, para não me gabar, mas tenho sido um tolo por tantos anos
já se passaram muitos anos, mas ainda sou humilde.

O que então eu sou uma pessoa inclusiva, eu.
Não estou marginalizando ninguém, ah não! E isso não!
Nem mesmo pessoas normais
nem mesmo as pessoas inteligentes.
Oh bem, oh bem... se eu encontrar algum
se eu encontrasse pessoas inteligentes eu também as incluía
o que então
que então o único ensaio que vi, o único ensaio que vi me mostrou o dedo dele...o dedo?
Que eu entendi, então olhei para a lua
que eu entendi
que também era luz do dia ... eu acho que alguns sábios não era tão bom
tão sábio

que o sábio diz "todo fim é um começo"

cada fim

que eu me pergunto: “você nunca para aqui? Quando vamos descansar?"

que procuro um centro com todo o seu círculo ao redor

nada menos

que no decorrer da minha curta vida... espere, espere: no decorrer da minha, por enquanto, ainda que curta vida eu vi que às vezes, o certo a fazer é errar

Oh bem, então eu sou o perfeccionista de sempre que comete erros mesmo quando não é necessário, mas... às vezes...

isso, não para me gabar, mas eu procurei uma por uma todas as minhas respostas erradas

tudo!

Que eu não gosto de perguntas que exigem uma resposta, não, não, eu gosto de perguntas que envolvem pesquisa-

Ah não? Oh sim!

Porque? Porque?

Sinto muito, mas não há resposta

não está previsto

aquele "eu não amo que as rosas que eu não colhi" com um pouco, mas foda-se das rosas que eu colhi

"O que você poderia ter nos deixado lá, ou não ???"

mas sempre convencido de que nunca é tarde demais

só no final percebi que meu relógio quebrou

que azar; meu relógio quebrou.

Que as coisas importam, mas não,

as coisas importam para quem sabe contar,

não tanto, pelo menos até dois... mais é melhor, mas pelo menos até dois, ou não?

Ou seja: três e quatro e cinco e dez e muitos

ninguém e um e um e um ,,, não

três e quatro dez muitos

que a matemática não é uma opinião,

mas esta é uma opinião de que a matemática não é uma opinião,

minha opinião


Mas agora é suficiente que até o desabafo tenha seus limites,

que eu sei muito bem que já superei isso antes

primeiro, primeiro

olha eu voltei lá...

bem, não, você não pode ver que eu já passei por eles antes, mas ...

que a beleza de falar bobagem é que eles te escutam mesmo quando você fala, que se você fala coisas inteligentes eles só te escutam se você calar a boca, certo? Ben, tente você mesmo, tente

mas agora é suficiente que eu tenha que dizer olá para você, esse olá também é bom, isso é saudável, realmente

que tenho que ir ao relojoeiro que tenho um relógio quebrado,

que azar eu tenho o relógio quebrado

ainda vai estar aberto?

Não sei?

Que horas são?

Bem, vamos lá, ainda é cedo... é sempre ainda cedo

que não estamos aqui para falar bobagem

Ah não?

Ah não!

... mas é melhor eu me dar um lembrete ...


... não estamos aqui para dizer estúpidas ....


lá!